sábado, 8 de maio de 2010

Breve história passional

2 comentários:

danielog disse...

cara, muito bom isso. as brigas familiares geralmente dão nisso. vão crescendo até virarem um cagalhão gigante que cai na nossa cabeça e aí é tarde demais.
(interpretação livre do desenho)

eu botei meu parecer sobre o por que de não ter mais tanto filme complicado lá no meu blog.

gabriel renner disse...

se livrar da companhia...num entardecer lindo destes... o drama da situação até que perde. O teu desenho tem o mesmo gosto de liberdade...